ABECEDÁRIO

português | english

Arco logo

Pintura

A Pintura está entre as disciplinas que inauguram a actividade formativa em 1973, quer no âmbito das chamadas Cadeiras Semestrais de Iniciação (com Rocha de Sousa, Alice Jorge e José Nuno da Câmara Pereira), quer ainda no âmbito do Curso de Formação Básica, onde está presente nas cadeiras “2 Dimensões” (Manuel Costa Cabral) e “Cor” (Eduardo Nery). Será depois orientada por João Hogan e integrará as Artes Plásticas (sector da responsabilidade de Manuel Costa Cabral com a colaboração de João Hogan, Eduardo Nery e, em 1977, também Graça Costa Cabral). Em 1978/79 António Sena e José Nuno Câmara Pereira orientam as cadeiras de Pintura (António Sena será o responsável da Pintura entre 1979/80 e 1980/81), juntando-se-lhes Ângelo de Sousa (convidado a dar um Curso Livre Intensivo em Setembro de 1979) e, no ano lectivo seguinte, José Mouga, Rogério Ribeiro, Eduardo Batarda e Jorge Martins (sendo os dois últimos convidados a dar, respectivamente, Pintura e Pintura/Desenho nos Cursos Livres de Setembro). Em 1981/82 (até 1992/93) é José Mouga quem dirige a Pintura, tendo como professores nos anos subsequentes Manuel Costa Cabral, José Nuno Câmara Pereira, Rogério Ribeiro, António Sena, Jaime Silva, Glória Reynolds, Ivo Silva, Ana Leonor, José Alves e Verónica Nel. A partir de 1987 serão adicionados novos colaboradores ao corpo pedagógico: Pedro Calapez (1987/88), Carlos Augusto Ribeiro (1988/89), Luís França e João Jacinto (1989/90) e Filipe Franco (1990/91). Pedro Calapez é o novo responsável do departamento em 1993/1994. Retém as participações de Carlos Augusto Ribeiro e Ivo Silva, adicionando progressivamente novas colaborações: João Queiroz, Ana Isabel Rodrigues, Maria João Salema, Ruth Rosengarten, Teresa Carrington, Manuel Botelho, Gabriela Albergaria e Marta Wengorovius. O departamento diversifica a sua oferta de cursos (dando início, nomeadamente, a Cursos Nocturnos em 1996), reforça a importância das avaliações e experimenta novas disciplinas. Em 1998 a Pintura une-se ao Desenho para formar um só departamento, inicialmente com dois  responsáveis (Miguel Branco como responsável pedagógico e Pedro Calapez como responsável administrativo) e a partir de 2000 apenas com Miguel Branco. A pedagogia consolidada pelo departamento de Desenho estende-se à Pintura: avaliações regulares, interpenetração dos cursos, cruzamento de professores que leccionam pontualmente em anos e disciplinas diferentes, uma prática de exposições regulares dos trabalhos e grande relevo concedido às aulas de Desenho. Consolida-se a prática de atelier dos 3 níveis do Curso Básico e há novos colaboradores: Armanda Duarte, Ângelo Encarnação, Berta Ehrlich, Paulo Brighenti e António Marques (que se tornará o professor mais constante do primeiro ano, dando particular importância a aspectos técnicos e temáticos da Pintura e fazendo regularmente visitas guiadas em museus no âmbito da disciplina). João Queiroz, a par da sua contribuição na elaboração de exercícios práticos para o departamento, constrói workshops técnicos dentro das disciplinas que lecciona (técnica de encáustica, óleo, desenho de observação), por vezes em regime intensivo ou de residência. Paulo Brighenti dá workshops regulares em regime de residência para a Fase 1. O corpo docente do duplo departamento vai progressivamente incluir professores formados no Ar.co (André Almeida e Sousa, António Poppe, Thierry Simões, Rui Moreira, Marcelo Costa, Rui Patacho, Jorge Nesbitt, João Miguéis e Manuel Caldeira) e serão intensificadas as actividades específicas para Jovens, quer em Desenho/Pintura quer em colaboração com outros departamentos. Actividades de Gravura serão também incluídas nos programas regulares (Madalena Parreira, Hugo Amorim) e elementos vindos das teóricas participarão em programas práticos (Philip Cabau, Manuel Castro Caldas). Em 2006 o workshop “Desenho de Autor”, com a colaboração de artistas convidados, será incluído no programa regular do departamento. Em 2008, o Desenho (tendo Paulo Brighenti como responsável) separa-se novamente da Pintura (onde Miguel Branco fica como responsável). É continuada uma pedagogia centrada na prática de atelier e no acompanhamento progressivamente mais individualizado do trabalho individual dos alunos. Em 2012/13 os dois departamentos voltam a fundir-se num só, com dois responsáveis (Paulo Brighenti e Marcelo Costa). Em 2014, a responsabilidade do departamento passa para Miguel Branco e Marcelo Costa.


  • Large at. pintura inicia  o 1979 1

    Atelier de Pintura. Fase de Iniciação. 1979. Ar.co, Lisboa.

  • Large est gio intensivo de pintura 1 na quinta da pratas   cartaxo   1983

    Estágio Intensivo de Pintura 1 na Quinta das Pratas, Cartaxo, 1983. Manuel Costa Cabral e Ivo.

  • Large exp. bolseiros e finalistas do ar

    Ricardo Valentim. "Sem Título (Série Clãs)", 2001. Acrílico sobre tela, 230 x 190 cm.

  • Large j catarino 201

    Jackie Catarino. "Sem Título", 2004. Óleo sobre tela. 500 x 700 mm.

  • Large still do video  instala  es do arco 25 anos de pedro tropa 1998 04

    Aula sobre encáustica para Fase 2 de Pintura. João Queiroz. 1998.

  • Large dsc0047

    Estúdios de Almada, pintura de Pedro Calhau. 2010.

  • Large aula de pintura a jangada do medusa 2013

    "A Jangada do Medusa (a partir de Géricault)" - encenação na aula de António Marques, 2013.

  • Large aula ant nio marques 2014 dsc 1317

    Aula de pintura com António Marques, Ar.Co, Liboa, 2014.

  • Large nuno ribeiro

    Nuno Ribeiro. "Sem Título", 2005. Óleo sobre tela, 73 x 100 cm.

  • Large dscf3750

    Visita guiada por João Queiroz para o Departamento de Desenho e Pintura. Exposição do artista no Museu da Cidade, Lisboa. 2013.

  • Large img 5424

    Sala da Pintura 3, Exposição de Outono 2010, Quinta de S. Miguel, Almada. 2010.

  • Large dsc01102

    Curso de Verão de Pintura. Ar.Co, Lisboa. Setembro de 2004.

  • Large l1220282xxxx

    Workshop "Quadros Vivos", com António Marques e João Miguéis. Ar.Co Lisboa, 2016.