ABECEDÁRIO

português | english

Arco logo

Design Gráfico

No projecto inicialmente formulado para a escola, é no Curso de Design que o Ar.Co concentra as suas ambições de um programa formativo sólido e continuado. Daí, por exemplo, que a grande diversidade de cadeiras heterogéneas compondo a Formação Básica, logo em 1973/74, se venha inserir no Departamento de Design. Com as profundas alterações da situação social em Portugal após Abril de 74, a própria viabilidade da escola é posta em causa e a estrutura formativa é repensada e reformulada, abandonando-se a ideia do Curso de Design (que passará, pelo lado gráfico/tipográfico, a ser uma área entre outras). O termo Design surge assim, nos primeiros anos da escola, ora como uma área quase administrativa, acolhendo as mais variadas actividades de divulgação e formação, ora como uma vasta área de interesses – a Comunicação Visual – com a qual se confunde, mesmo depois de estabilizar, sobretudo por via oficinal, como disciplina (à qual não faltarão, contudo, ambições teóricas). Em 1973 Luís Filipe Oliveira dá “Comunicação Gráfica” e expõem-se cartazes publicitários franceses comentados por Claude Ternat (que orienta vários Cursos Livres práticos dedicados ao Design em 1974). Em 1975/76 Robin Fior orienta Design Tipográfico - uma “sequência de projectos práticos que servem de introdução ao design gráfico” - e em 1976/77, com a colaboração de Sebastião Rodrigues, António Inverno e a Proença-Cooperativa Operária de Artes Gráficas, orienta a Oficina Gráfica de tipografia/serigrafia (Alda Rosa juntar-se-lhes-á em 1977/78). Do trabalho conjunto feito sob a orientação de Robin Fior resulta a exposição “Vladimir Maiakovsky: Montras/Cartazes ROS.TA 1919/21”, integrando reproduções de cartazes e serigrafias produzidas na escola (a mostra/instalação estreia no Ar.Co em Novembro de 1976, com itinerância posterior). Em 1980/81 João Melo orienta o atelier de Design Gráfico, seguido de Vítor Simões em 82/83, que conta com as colaborações de Nuno Alves Pereira, Manuel Paula e Jorge Jacinto. A partir de 1982/83 o nome da Oficina muda para Desenho Gráfico e Helena Salvador e Ana Filipa Tainha integram o grupo de professores. Em 1988/89 o corpo pedagógico será constituído por Jorge Jacinto, José Mesquita, Maria José Campos, Manuel Paula, Isabel P. Alves, Ana da Silva, Ana Conduto, para além de Vítor Simões. Beatriz Alçada será a responsável do departamento em 1990/91. No folheto informativo do 20º aniversário da escola, em 1993, o departamento não fala de Design, mas do desenvolvimento de “um processo pessoal criativo, estimulando (...) a reflexão, análise e estudo de um problema dado” e da “diversificação de soluções e (...) utilização correcta do desenho gráfico como um meio e suporte de uma ‘linguagem’ de comunicação.” Maria José Campos é a responsável e há novas colaborações (Alberto Simões, Margarida Oliveira, Robin Fior e Ulrika d’Orey). A estrutura e orientação do departamento altera-se substancialmente em 1994, com a entrada de Nuno Vale Cardoso como responsável. A designação volta a ser Design Gráfico e pretende-se “proporcionar uma formação em design como método projectual em geral, especificamente no campo da comunicação e tendo como base as artes gráficas” (folheto de 1994/95). O corpo pedagógico conta com algumas novas colaborações ao longo dos 19 anos seguintes, como Duarte Bélard da Fonseca, Rui Azevedo, Vera Velez, Henrique Cayatte, Paulo Ramalho, Mónica Mendes, Jorge dos Reis, Ana Valviga, João Brandão, Ruben Dias, Ricardo Azevedo, João Catarino, Ricardo Santos, Nuno Gonçalves, Helga Vieira da Silva, Gonçalo Falcão, Luísa Santos, Conceição Barbosa, Gonçalo Freitas e novamente com Robin Fior e Helena Salvador. São introduzidas novas disciplinas para além do Design Gráfico, em especial nas novas tecnologias digitais. Paralelamente é criada uma oficina de tipografia permanente em colaboração com Jorge dos Reis. Face ao nível ainda muito rudimentar da oferta de cursos de pós-graduação em Design, é criado em 1996 o “Seminário Avançado de Design de Comunicação”, que tem como professores Henrique Cayatte e Paulo Ramalho. O Curso de Design consolida-se também com a introdução de novas disciplinas (História das Artes Gráficas, Informática, Webdesign, Tipografia, Caligrafia, Desenho Tipográfico, Ilustração, Teoria do Design, Produção Gráfica, entre outras) e passa de 3 para 4 anos. Face a uma descida continuada dos números de inscrições em anos mais recentes, o departamento é extinto em 2013, mantendo-se a oficina de tipografia na Quinta de S. Miguel, Almada.


  • Large sem t tulo 4

    Exposição "Vladimir Maiakovksy: Montras/Cartazes ROS.TA 1919-21". Robin Fior e alunos da Oficina Gráfica do Ar.Co, 1976.

  • Large sem t tulo 2

    Exposição "Vladimir Maiakovksy: Montras/Cartazes ROS.TA 1919-21". Robin Fior e alunos da Oficina Gráfica do Ar.Co, 1976.

  • Large arco 051 1976

    Cartaz de Robin Fior, 1976.

  • Large arco 327 1983 robin fior

    Cartaz de Robin Fior no 10º aniversário do Ar.Co, 1983, reformulando um cartaz seu de 1981.

  • Large a work tipografia jorge dos reis 2001

    Folha informativa: workshop de Tipografia com Jorge dos Reis, 2001.

  • Large work tipog mar 2013

    Workshop de Tipografia com Ruben Dias, Quinta de S. miguel, Almada, Março 2013.

  • Large semin avancado design comunicacao 1996

    Folha informativa: Seminário Avançado de Design de Comunicação com Henrique Cayatte e Paulo Vieira Ramalho, 1996.