ABECEDÁRIO

português | english

Arco logo

Fotografia

Os primeiros cursos de Iniciação à Fotografia datam de 1973 e têm como professores as duplas João d’Almeida/Manuel Silveira Ramos, Alice Gentil Martins/Maria do Carmo Galvão Teles e Luiz Vilaça/Reinaldo Viegas. Em 1976 a fotografia é já um departamento autónomo e tem como responsável Manuel Silveira Ramos, que irá assegurar essas funções até 2007. É já na década de 80 que o departamento se consolida: a programação de eventos complementares à formação é intensa, com conferências, organização de estágios internacionais e exposições de resultados próprios e de convidados ou autores históricos. O curso torna-se numa referência em Portugal e o Ar.Co passa a ser a instituição de ensino da fotografia responsável pela formação no nosso país da maioria dos fotógrafos-artistas, bem como de uma larga parte dos profissionais que se destacam na fotografia de publicidade e moda, no fotojornalismo (“O Independente” da década de 80, o “Expresso” e o “Público”), no trabalho de conservação e pós-produção fotográficas e ainda no ensino, nomeadamente no ensino superior. A partir do início dos anos 80, o curso passa a ter a duração de 2 anos, assumindo-se que essa é a duração mínima para uma formação genérica e básica em fotografia. De modo a corresponder aos cada vez mais necessários e exigentes domínios de especialização técnica da área, o departamento passa a ministrar, em 1989/90, um ano complementar designado Fase de Fotografia Aplicada. Três anos mais tarde (1992/1993) há uma reformulação curricular e a Fase de Fotografia Aplicada é substituída pelo Curso Avançado de Fotografia. A mudança na nomenclatura significa também uma inflexão consciente e explícita na direcção de um ensino mais centrado nas possibilidades criativas e autorais e no ano lectivo de 1995/96 o CAF  passa a compreender 2 anos, duração que ainda hoje se mantêm. Em 1997 há outra reforma na estrutura curricular e surge um novo ano - Fotografia Aplicada e Projectos (Nível 4) -  concebido como um complemento aos 2 anos de formação básica e como preparação ou antecâmara para o Curso Avançado de Fotografia. Chegando a ter quase metade do total de alunos em frequência no Ar.Co, o departamento de fotografia regista, por si só, cerca de 350 alunos na década de 90. A sua filosofia pedagógica assenta, desde o início, numa concepção aberta e abrangente da fotografia, considerando positivamente a diversidade de géneros e atitudes da cultura fotográfica. Recusando qualquer tipo de estrutura rígida em termos pedagógicos e curriculares, o departamento prefere investir em processos dinâmicos e personalizados de ensino e aprendizagem, de que resulta uma constante confrontação e reformulação dos conteúdos e métodos pedagógicos, acompanhando as condições sociais e os interesses e necessidades dos alunos. A elaboração dos programas baseia-se em três ideias-chave: aprender fazendo, privilegiando a experiência prática, e concomitantemente a sua reflexividade estética e ontológica; privilegiar a competência projectual, motivando deste modo as qualidades e expectativas individuais e as circunstâncias dos alunos; valorizar um exigente domínio dos processos, conceitos e ferramentas da fotografia, visando a proficiência técnica, independentemente dos géneros e campos socio-profissionais que nesta área venham a ser privilegiados pelos alunos. No que toca à equipa pedagógica, Sérgio Mah assume a partir do ano lectivo 2007/2008 a responsabilidade pelo departamento e José Soudo mantém-se (desde meados da década de 80) como o “professor-residente”, responsável pela gestão de assuntos de âmbito técnico, logístico e organizacional. Nas equipas pedagógicas várias áreas de especialização estão representadas por profissionais reconhecidos: Manuel Silveira Ramos e Gonçalo Salema (técnicas fotográficas e iluminação), João Paulo Serafim, António Júlio Duarte, José Luís Neto, Pedro Tropa e Daniel Malhão (fotografia de autor), Cláudio Melo (pós-produção digital), Pedro Cláudio (fotografia de moda), Luís Pavão (conservação e processos antigos), Sérgio Mah, Delfim Sardo, Nuno Faria, Bruno Marchand e Emília Tavares (curadoria). Relevante é também, ao longo da história do departamento, o papel desempenhado por professores convidados, de entre os quais se destacam nomes como Gérard Castello Lopes, Michael Langford, Augusto Alves da Silva, Paulo Nozolino, Thomas Joshua Cooper, Lynne Cohen, Patrick Faigenbaum, Jorge Molder, Margarida Medeiros, João Tabarra, Daniel Blaufuks e Paulo Catrica. Desde o início da década de 90, o departamento beneficiou da estratégia de intercâmbios promovida pela escola, quer através da ida de alunos e ex-alunos do Ar.Co para escolas internacionais (Art Institute of Chicago; School of Visual Arts de Nova Iorque; Royal College of Art de Londres;  Gerrit Rietveld Academie  de Amesterdão), quer através da vinda de alunos estrangeiros para integrar, normalmente durante um semestre, o Curso Avançado de Fotografia. São ainda de destacar as parcerias estabelecidas com outras entidades, nomeadamente a Faculdade de Ciências e Tecnologias da UNL -Universidade Nova de Lisboa (tendo o Ar.Co sido responsável por uma unidade curricular da Licenciatura em Conservação e Restauro), a Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa e a Ordem dos Arquitectos. Também as sucessivas etapas de desenvolvimento dos programas teriam sido impossíveis sem os apoios continuados (e específicos para o departamento) de entidades como a Kodak (através da cedência de equipamentos e consumíveis e do financiamento de bolsas de estudo durante as décadas de 80 e 90) e o BES (que, mais recentemente, vem apoiando o investimento do departamento nas novas tecnologias digitais). Em Março de 2017 Sérgio Mah deixa de liderar o departamento, sendo formalmente substituído em Abril do mesmo ano por Pedro Tropa. 


  • Large cat logo exposi  o oficina fotografia batalha

    Exposição "Oficina de Fotografia Batalha 83". Mosteiro da Batalha, 1983.

  • Large arco 129

    Cartaz/anúncio da exposição e lançamento do livro "New York Rhapsody" de Guta de Carvalho. Ar.Co, 1983.

  • Large 2009 convite expo.

    Folha/anúncio da exposição de trabalhos realizados no workshop com Luís Pavão. Ar.Co, Lisboa, 2009.

  • Large arcoexpout2014 0176

    Exposição de Outono/Open Studio 2014, Quinta de S. Miguel, Almada. Fotografias de Nuno Venâncio.

  • Large a work pollaroid 97 04

    Workshop de Fotografia Polaroid com Jorge Guerra, Ar.Co, Lisboa, 1997.

  • Large a conferencia michael langford responsavel foto rca 1992 02

    Conferência de Michael Langford (responsável de Fotografia do Royal College of Art), Ar.Co, Lisboa, 1992.

  • Large a encontro com gerard castello lopes 1995

    Encontro com Gérard Castello Lopes, Ar.Co, Lisboa, 1995.

  • Large a expo flash back 25 anos arco 02

    Exposição "Flash Back - 25 Anos de Fotografia no Ar.Co". Arquivo Fotográfico Municipal de Lisboa e Galeria Municipal da Mitra, 1998. Vista da Galeria Municipal da Mitra.

  • Large a forum estudante 96

    Stand do Ar.Co no Forum Estudante, Lisboa, 1996 - Fotografia do Presidente Jorge Sampaio.

  • Large  mg 6561xxxx

    Aula do Curso Avançado de Fotografia com Manuel Silveira Ramos, Quinta de S. Miguel, Almada.2006.

  • Large l pavao a rebolo work ambrotipos 2010

    Workshop "Ambrotipos" com Luís Pavão, 2010.

  • Large vanessa paulo 2015

    Workshop com Francisco Tropa "Positivo é o negativo - sequências para uma imagem" para o Curso Avançado de Fotografia. Ar.Co Almada, 2015. Trabalho de Vanessa Paulo.

  • Large pedro tropa 2015xxxx

    Workshop com Francisco Tropa "Positivo é o negativo - sequências para uma imagem" para o Curso Avançado de Fotografia. Ar.Co Almada, 2015. Imagem: Pedro Tropa.